O Fantástico Mundo de Baumgarten

Uma incrível perda de tempo narrando as experiências (uii!) e pensamentos de alguém que vê o mundo em outras cores. P.S.: "outras cores" é uma metáfora, não sou de maneira alguma estragado dos olhos. Se você pensou isso, a culpa é do português, essa maldita lingua que permite dupla conotação. Se mesmo assim você não entendeu, é uma pessoa burra demais pra merecer minha atenção e eu provavelmente só lhe trato bem por interesse ou pena. Pare de chorar e viva com isso!

Minha foto
Nome:
Local: Rio Grande, RS, Brazil

Todas as religiões convergem em um ponto: é impossível descrever Deus de maneira coerente. Partindo deste princípio universal, me resguardo o direito de não falar muito sobre mim. Resumidamente: sou autoritário, temperamental, tenho rompantes de anti-socialidade, gosto de ficar sozinho e busco desesperadamente na vida a eternidade. Buenas, é isso, seu fuxiqueiro curioso dos infernos!

7.10.06

Mulheres que ferraram a história III - Mônica Lewinsky

A ciência ainda não conseguiu identificar a falha genética causadora deste mal, mas homens poderosos tendem a pegar mulheres de beleza e caráter duvidoso quando simplesmente poderiam ter qualquer outra que quisessem. Normalmente isso não causa grandes danos, a não ser um ou outro cascudo no cocuruto do imbecil pela sua escolha infeliz. Quem nunca sentiu vontade de encher o Hugh Grant de bifas por ter trocado qualquer favor sexual da Elisabeth Hurley pela puta da Divine Brown? Buenas, não é esse o sexo oral que discutiremos aqui, o problema foi mais sério...
Bem casado, família constituída, presidente dos EUA, portanto, o homem mais poderoso do mundo. Metas que um homem costuma perseguir a vida toda e nunca atinge, mas que Bill Clinton, democrata, governante americano por 8 anos, conseguiu.
Então porque, diabos, um infeliz destes cairia na fraqueza de pegar uma estagiária feia, gordinha, dentes separados e com cara de vagabunda? Me ajudem a entender!!! Não que não fosse previsível: um lugar com o sugestivo nome de Salão Oval não poderia presenciar coisa mais nobre.
Além de vadia e inoportuna, a boqueteira da Lewinsky ainda era porca: a prova do "ato" em questão foi o vestido que ela usava no dia do coito bucal, com sêmen seco no tecido. Que tipo de higiêne ensinaram a essa imbecil? Vocês mulheres costumam por acaso guardar os "troféus" assim em casa? Tomara que não... Puta que o pariu! You Pig! Tudo isso me faz pensar que por melhor que tenha sido, foi o pior boquete da história, já que colocou o Bush filho no poder e coisa e tal...
Pensando bem e analisando o nome da "moça" (de moça não tem nada, conheço mulheres da zona de baixo meretrício mais virgens que ela), percebi que o sobrenome russo pode querer dizer mais do que simples coincidência: não seria essa a cartada final do camarada Stálin? Fica a pergunta...

# Sir Baumgarten é fã do tio Bill, mas definitivamente não compartilha de seu mal gosto sexual...

Inaugurando a série "Incrível Liga de Canalhas Superpoderosos" - Capitão Baumgarten

Nome: Capitão Baumgarten.

Identidade secreta: totalmente impossível descobrir quem realmente ele possa ser.

Outros nomes: Marcelo Zepka Baumgarten, FDP, Canalha, Bastardo, Imprestável.

Parentes conhecidos: Larissa (irmã), Vanessa (irmã), João (pai), Graça (mãe), Alberto (avô materno), Lacy (avó materna), Walkiria (avó paterna), João (avô paterno).

Base de operações: quarto do Marcelo Baumgarten.

Profissão: herói corrupto e canalha pervertido.

Primeira aparição: O Impagável Capitão Baumgarten #01 (1995).

Parceiros conhecidos: quem tem parceiro é pederasta.

Ok. Ok. Colegas conhecidos: Bruxo Louco, Kellonyus, Jesus.

Grupos que fez parte: Blitzkrieg, Os The Jetos.

Frases: "Quem fala demais acorda morto"; "Obra-prima não tem rascunho"; "Agora é pessoal!"; "É hora da pizza!"; "Ai ai ai pára porra, isso dói, caralho".

Inimigos: Sol (Cara-Amarela), Camarêu, Dinossauro, Trovão, Tubarão.

Poderes: habilidades de um obeso insano comum; único lutador de Baumgarten-fú do planeta; acesso irrestrito ao Google, portanto, conhecimento supremo; rompantes de hiperatividade quando da ingestão de açúcar; revelação divina e sabedoria plena pelo contato com o Terceiro; consegue comer quantidades imensuráveis de bacon e beber infindáveis litros de Coca-Cola; covardia suprema.

Origem: Marcelo Zepka Baumgarten, um garoto em excursão à Disney, compra acidentalmente uma toalha de banho mágica ancestral superpoderosa do Miami Dolphins. Após uma hora e meia no sol, esperando nas filas dos parques temáticos, visivelmente acima do peso ideal, empanturrado de açúcar e desidratado no calor de 40 graus célsius, acaba atando a toalha ao pescoço e, num lance do destino (e de infantilidade e falta de senso do ridículo), transforma-se no Capitão Baumgarten, defensor de si próprio, arauto da covardia, guardião da própria carteira, o símbolo máximo de uma geração de guris de apartamento criados pela vó. Inimigos, tremei!

Hino-tributo ao Capitão Baumgarten

Se há trabalho a ser feito
Se seu carro deu defeito
Se não lhe agrada o prefeito
Meu Deus, sua vida é uma bósta!

Como vives sempre assim
Sem ajuda de um guerreiro?
Se quiseres tens a mim
Só não esqueça do dinheiro!

Grande Capitão Baumgarten
Adiposos punhos imortais
Luta pelo que acredita
Ou por quem lhe pague mais

Salve Capitão Baumgarten
Invencível Gordo Lutador
Nunca se dá por vencido
Transpirando é um horror.

# Sir Baumgarten não imagina quem possa ser o Capitão Baumgarten, mas gosta muito do nome por razões desconhecidas...