O Fantástico Mundo de Baumgarten

Uma incrível perda de tempo narrando as experiências (uii!) e pensamentos de alguém que vê o mundo em outras cores. P.S.: "outras cores" é uma metáfora, não sou de maneira alguma estragado dos olhos. Se você pensou isso, a culpa é do português, essa maldita lingua que permite dupla conotação. Se mesmo assim você não entendeu, é uma pessoa burra demais pra merecer minha atenção e eu provavelmente só lhe trato bem por interesse ou pena. Pare de chorar e viva com isso!

Minha foto
Nome:
Local: Rio Grande, RS, Brazil

Todas as religiões convergem em um ponto: é impossível descrever Deus de maneira coerente. Partindo deste princípio universal, me resguardo o direito de não falar muito sobre mim. Resumidamente: sou autoritário, temperamental, tenho rompantes de anti-socialidade, gosto de ficar sozinho e busco desesperadamente na vida a eternidade. Buenas, é isso, seu fuxiqueiro curioso dos infernos!

1.8.06

A Criação do Mundo segundo Baumgarten

"No início havia o nada. Meio sinistro dizer que o "nada" havia, pois "haver" é um maldito verbo de existência e a existência do "nada" seria tão somente a inexistência de qualquer coisa. Mas, bem... eu, sendo um Deus autoritário e vingativo, decidi ditar estes malditos escritos assim, e espero que, entre uma veneração e outra, não ocorram questionamentos.
Bem, então como eu já disse, no início havia o nada, um terrível e entediante nada. De saco cheio de não fazer absolutamente coisa alguma e sem ter com quem conversar, eu, Deus, decidi fazer alguma porcaria para me distrair. Sete minutos depois, fez-se o mundo.
Daqui por diante a unica coisa que realmente importa foi aquele momento sublime em que, num rompante de genialidade e entre uma cagada e outra, eu criei a Coca-Cola (mesmo pq depois todo o resto perdeu o sentido e fiz tudo nas coxas).
Juro que pensei em fazer coisas melhores e interessantes, mas a abençoada seiva negra do prazer me tomava por completo os sentidos, e o mais próximo que consegui chegar da coerência foi o ornitorrinco e a Austrália. Tendo em vista a qualidade duvidosa dos resultados (ninguém consegue levar a sério a Austrália - apesar do pato peludo venenoso com corpo de esquilo ter seu charme), resolvi interromper meus trabalhos, razão pela qual criei um harém de morenas bissexuais peitudas, ridiculamente fáceis, de apetite sexual magnifíco e vestes mínimas para me acompanhar por todo o sempre.
Deixo aos meus súditos adoradores fiéis, que vergonhosamente se curvam diante de meu busto entoando odes de louvor, a mensagem que toda humanidade procurou desde o começo dos tempos e que move religiões e rios de dinheiro em prol de pastores sacanas. É nada mais nada menos que o grande segredo da vida, a aurora do conhecimento, o velocino de ouro dos mistérios. Senhoras e senhores, australianos e ornitorrincos, ei-lo: Coca-Cola, sempre Coca-Cola".

3 Comments:

Blogger Flor said...

Minha nossa! Até me animei com a inicial elucubração sobre 'haver nada', pois é algo que muito questiono, como por exemplo, desde quando existe o sempre. E quando o sempre começou.
Mas depois vi que não ia ser bem assim o papo e desisti. Não vou comentar sua coca-cola nem o seu harém. hehehe.

10:35 PM  
Blogger Zohguy_Saiyajin said...

Bah, então vou te falar uma blasfêmia: tenho tomado fruki-cola, e pior, tenho gostado! heheheh! Por enquanto ainda não começaram a nascer pústulas verdes fluorescentes no meu corpo, nem meus cabelos começaram a cair.
E, aproveitando a deixa, vou deixar aqui um conto que encontrei a muito tempo atrás, não sei de quem é a autoria, mas acho que vc vai curtir.

HAPPY PIE :)

In the beginning there was only God. And God looked down from the heavens and said, "Let there be world; Let there be mountain and ocean; Let there be plant and animal." And lasty God spoke, "Let there be happiness and pie.... Let there be HAPPY PIE :)"

HAPPY PIE: 50% man + 50% pie + 100% happy = HAPPY PIE :)

God was pleased with his new creation of man and pie, and therefore allowed HAPPY PIE :) a special place along side the other gods that inhabited the heavens-- And HAPPY PIE :) was HAPPY :). However, as time passed and the world aged, HAPPY PIE :) started to grow frustrated and bored with things. HAPPY PIE :) started to roam the heavens naked and expose his "magical shaft" to the natives. All the residence of heaven started avoiding HAPPY PIE :) at all costs and labeled him "One Perverted Fucker". God was not very pleased with HAPPY PIE :), so God banished him from the heavens, turned him into a three-toed sloth, and confined him eternally to a meteorite that orbited the sun god.... But that is another story.

The End.

hehehehehehe! :D

10:11 PM  
Blogger Zohguy_Saiyajin said...

E como eu sei que você deve ter ficado curioso pela continuação da história, e sabendo também que o site do cara que escreveu essas histórias foi retirado do ar, resolvi te dar uma colher de chá e postar a continuação aqui. :D

"Toodles the three-toed sloth"

Toodles the three-toed sloth lived on a comet that orbited the sun. Sadly, Toodles was all alone in his comet with nobody to talk to. So, one day Toodles decided to go visit earth and try to make some new friends. However, when Toodles crash landed his comet on earth it killed everyone except for one old lady who was severely burned and slowly melting from the high radiation level. With his choices for new friends pretty much narrowed down, Toodles approached her.

The old lady was loosing consciousness, and was in a delusionary mental state from massive blood loss. Struggling for breath, she asked Toodles, "Are you an angel sent by God to end my suffering and carry me up to heaven?" Toodles lended a warm smile, then gently placed his hand on her shoulder and replied, "NO, I'M SATAN YOU GOD DAMN FUCKING BITCH!" He then ripped out her dentures and violently thrusted his giant cock into her mouth, choking her to death. Rats! Toodles was just trying to be friendly but, like always, he got a little carried away.

Lonely, toodles returned to his comet, wondering why he hadn't made any new friends that day.

The End

Note: Later Toodles was diagnosed with having an extreme violent psychopathic mental disorder which might of possibly played a small role in him not having any friends.

10:13 PM  

Postar um comentário

<< Home