O Fantástico Mundo de Baumgarten

Uma incrível perda de tempo narrando as experiências (uii!) e pensamentos de alguém que vê o mundo em outras cores. P.S.: "outras cores" é uma metáfora, não sou de maneira alguma estragado dos olhos. Se você pensou isso, a culpa é do português, essa maldita lingua que permite dupla conotação. Se mesmo assim você não entendeu, é uma pessoa burra demais pra merecer minha atenção e eu provavelmente só lhe trato bem por interesse ou pena. Pare de chorar e viva com isso!

Minha foto
Nome:
Local: Rio Grande, RS, Brazil

Todas as religiões convergem em um ponto: é impossível descrever Deus de maneira coerente. Partindo deste princípio universal, me resguardo o direito de não falar muito sobre mim. Resumidamente: sou autoritário, temperamental, tenho rompantes de anti-socialidade, gosto de ficar sozinho e busco desesperadamente na vida a eternidade. Buenas, é isso, seu fuxiqueiro curioso dos infernos!

4.8.06

Anti-Darwinismo

A insuportável maioria dos seres humanos que consegue organizar uma frase coeza (poucos) e tem o dom da fala (infelizmente quase todos) acaba indicando como modelos de vida um bando de personalidades-clichê. Sendo assim, é só aparecer um entrevistador querendo saber, por qualquer que seja a razão, a inspiração para nosso futuro e lá se vão caralhocentas referências ao Ayrton Senna (mulherengo), Gandhi (mulherengo E cachaceiro), Maradona (mulherengo, cachaceiro E, antes de mais nada, Argentino), além de outros menos cotados. No meu caso? Bem, não vou com a maré, até porque meus heróis, na grande maioria, são irreais ou então desconhecidos dos bípedes pseudo-pensantes que dominam o globo.
Conto nos dedos quem sabe a magnitude da obra de Maurício de Nassau. Alias, é bastante grande a possibilidade de você ter ido correndo no Google agora ver de quem estou falando somente para fazer pose de grande-coisa quando conversar comigo, se é que eu lhe dou algum respeito. Administrador da Holanda Tropical, praticamente idealizou e construiu o pouco do nordeste nacional que é habitável tranquilamente, isso até ser enxotado pelos portugueses e ir criar paraísos no caribe. Ah, tem uma capital numa das ilhotas com o nome dele, acho que fica nas Bahamas... Existe alguma Maradonópolis???
Outro cara que eu respeito é o Charles Darwin. Inclusive falta muito respeito à obra do dito cujo, que teria revolucionado de maneira interessante a sociedade como um todo. Se explica: ao criar a teoria da origem e desenvolvimento das espécies, o ilustre cidadão deu uma idéia de que a natureza pratica a seleção natural como forma de preservação às dificuldade futuras, fortalecendo ao longo do tempo aqueles corpos que tem algum potencial.
Distante da realidade? Nem tanto. Apliquemos a teoria na sociedade contemporânea: universitários que não deveriam ter sequer saído do ensino fundamental, com visões restritas do mundo e uma atrofia cerebral assustadora; defensores das mais diversas causas "humanitárias" que manipulam a massa em defesa muitas vezes de alguma excentricidade retrógrada que poderia ser facilmente contornada sem bloquear o progresso; economias mantidas artificialmente às custas do povo sob pretexto de proteção ao "bem maior"; sem contar uma medicina desinteligente, que cria uma overdose de medicamentos fabricados para males menores que o próprio corpo humano conseguiria curar, gerando uma linhagem de invólucros orgânicos débeis e expostos a toda sorte de deficiência.
Complexo? Nem tanto. O que está fazendo-se é proteger o menos capaz, o menos competitivo, o impróprio e, sendo assim, enfraquecendo o conjunto em relação ao meio. Sem ser mal interpretado, não prego pureza de qualquer forma, seja racial ou biológica, mas acredito que sustentar artificialmente algumas estruturas de nosso mundo está encurtando nossa estadia no planetinha molhado. Não que muita gente leia e pense sobre isso, pensar não é mais fundamental na terra da vida fácil, do raciocínio curto e dos grandes ídolos...

# Baumgarten não é xenófobo, não é exterminador, não gosta de matanças, mas acredita que as falsas morais estão prejudicando muito a coisa toda.

2 Comments:

Blogger Zohguy_Saiyajin said...

Anti-Darwinismo

Eu fui na Wikipedia procurar sobre o Maurício de Nassau, não para fazer pose, mas para poder contrariar tuas teorias. Contrariar as pessoas é uma mania, um esporte... hehehehe :D
Bom, infelizmente não encontrei nada de ruim sobre ele... ): Mas também nem furuncei muito. Todo mundo teu seu lado podre, alguns é mais escancarado, como o Maradona, outros é mais escondido, como o Nassau.
Já quanto ao Charles Darwin, ele se fudeu pelas próprias teorias, já que diversos de seus filhos sofriam de várias doenças e fraquezas... heheheheh!! Aposto que ele tentava tratar os filhos dele com a medicina da época, ao invés de deixar a natureza tomar seu curso.
Realmente existem diversos problemas no mundo atual, como a medicina que, na minha opinão, é superestimada e dai seus problemas. O problema do ensino então... É coisa triste.
Mas a função atual da universidade parece ser justamente essa: bitolar profundamente as pessoas. A pessoa mal está terminando um curso, já está fazendo algum tipo de especialização em alguma área daquele curso, parte pro mestrado, depois doutorado (vai ficando mais restrito ainda) e depois pós-doutorado.
É como se um ferreiro, finalmente, soubesse fazer com perfeição uma panela... E só.
Acho que não era bem essa a função original.. Universidade: tipo, universo de conhecimento, vários cursos de várias áreas no mesmo local. Todas aquelas cabeças circulando por lá, interagindo em um ou outro nível. Infelizmente a burrocracia + a fodologia limitam severamente essa interação que, de outro modo, seria extremamente benéfica para a humanidade como um todo. :D

9:50 PM  
Blogger Baumgarten, ídolo de milhões said...

Prometo esmagar toda e qualquer oposição, embora esse dai seja meu amigo, mas como é oposição, eu prometo esmagar tb, somente mais rápida e indolormente, pq odeio oposição! Prum governo com fervor, é Baumgarten Ditardor!

12:55 PM  

Postar um comentário

<< Home