O Fantástico Mundo de Baumgarten

Uma incrível perda de tempo narrando as experiências (uii!) e pensamentos de alguém que vê o mundo em outras cores. P.S.: "outras cores" é uma metáfora, não sou de maneira alguma estragado dos olhos. Se você pensou isso, a culpa é do português, essa maldita lingua que permite dupla conotação. Se mesmo assim você não entendeu, é uma pessoa burra demais pra merecer minha atenção e eu provavelmente só lhe trato bem por interesse ou pena. Pare de chorar e viva com isso!

Minha foto
Nome:
Local: Rio Grande, RS, Brazil

Todas as religiões convergem em um ponto: é impossível descrever Deus de maneira coerente. Partindo deste princípio universal, me resguardo o direito de não falar muito sobre mim. Resumidamente: sou autoritário, temperamental, tenho rompantes de anti-socialidade, gosto de ficar sozinho e busco desesperadamente na vida a eternidade. Buenas, é isso, seu fuxiqueiro curioso dos infernos!

30.7.06

Indispensáveis dispensabilidades

Descobri que preciso comprar um notebook ou inventar um modo de meu computador se projetar holograficamente sobre minha cama. É incrível como a gente percebe que tem necessidades indispensáveis quando fica mto tempo sem fazer nada e, principalmente, com um notebook emprestado.
Sem falsos lapsos temporais, fazem 2 dias que não tiro meu pijama (exceto para pequenas higienes, com lencinhos umidecidos e muito carinho), não saio da minha cama e, mesmo assim, o computadorzinho de colo me permite ficar trabalhando e preparando aula (leia-se vagabundeando e jogando conversa fora na internet).
Preguiça vicia, ócio vicia, qquer outro sinônimo de "não fazer nada" vicia. A merda é que eu não tenho dinheiro. Ou não, de certa forma. Acho que se eu tivesse dinheiro minhas pernas iam se retrair por falta de uso. Isso sim seria ruim. Se bem que tenho certeza que aleijadinho eu ia ganhar de alguém um notebook... Valeu Darwin!

# Baumgarten não tem certeza se foi o Charles Darwin que criou a teoria do uso e desuso, mas como poucas pessoas compreendem o que ele quis dizer, tá valendo e ainda passo por culto.

Ói nóiz aqui trávêis...

Tenho certeza que vai chegar um dia em que as pessoas, mesmo as mais próximas, vão desistir de acessar qualquer página que eu fizer indicação, principalmente se eu disser algo como "agora sim fiz um site decente, vou atualizar sempre". É uma mentira vergonhosa e deslavada, não vou atualizar sempre, na verdade, existe 94,3% de chances de o primeiro post ser também o último. E digo mais, a estatística foi elaboradamente inventada para que o que eu acabei de escrever tenha impacto e veracidade como talvez somente as reportagens do Globo Repórter conseguem ter, embora tenham tanto conteúdo científico quanto... hum... deixa eu pensar em algo sem conteúdo científico... ah tah, deixa pra lá, vocês entenderam a coisa toda, se não conseguiram catar o raciocínio eu provavelmente não gosto de você e não vai fazer diferença nenhuma.
Buenas, indo direto ao assunto, acompanhem as minhas atualizações diárias (leia-se "esta e mais nenhuma") e compreendam porque tanta gente me odeia e principalmente porque eu odeio tanta gente.
Contemplem o Mundo segundo Baumgarten.

# Baumgarten acha que seu mundo é bem coerente que o real, mas faz questão de viver nos dois só pra perturbar mesmo.